Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lume Brando

02
Abr15

Um prato de Inverno nos primeiros dias de Primavera.



















Apesar de nos últimos dias a Primavera ter resolvido aparecer, a verdade é que ainda a semana passada andávamos a tiritar (eu, pelo menos, porque sou muito, mas mesmo muito friorenta), e o que apetecia eram pratos quentes e reconfortantes, como este 'cevadotto' de beterraba e laranja.

A primeira vez que comi 'cevadotto' foi na Casa de Pasto Palmeira. Era de gambas e era delicioso. Foi também a primeira vez que ouvi falar da 'cevadinha': o grão de cevada com que é feito o 'cevadotto', prato que vai buscar o nome ao facto de ser cozinhado à semelhança do risotto. Até aí, só associava a cevada às bebidas de pequeno-almoço e à cerveja.Vim a saber depois, que no tempo dos meus avós a cevadinha era muitas vezes adicionada à sopa.

Assim que encontrei 'cevadinha' - procurem-na em mercearias e lojas de sementes ou na secção de produtos saudáveis/alternativos dos hipermercados - experimentei fazer com camarão e fez sucesso cá em casa.
Já mais recentemente, fui almoçar ao LSD (cujo chef, na altura, ainda era o mesmo da Casa de Pasto Palmeira), e provei um 'cevadotto' de beterraba fenomenal.

Esta é a minha versão, inspirada também num risotto de beterraba que vi fazerem no MasterChef Austrália.
Beterraba, laranja e queijo de cabra... só pode ficar bom, certo?

Se por estes dias não vos apetecer este tipo de prato, ou já não encontrarem beterrabas, guardem a receita para dias mais frios: vão ver que vai valer a pena a espera ;)
















CEVADOTTO DE BETERRABA COM LARANJA E QUEIJO DE CABRA

Para 2

160 g de cevadinha*
1 beterraba
1 cenoura
1 molho de salsa
2 cebolas
4 dentes de alho
1 molho de salsa
1 folha de louro
1 talo de alho-francês
1 laranja - sumo e raspa
2 colheres e sopa de vinagre balsâmico
1/2 copo de vinho branco
1 queijo de cabra tipo Palhais (cerca de 125 g)
Azeite qb
Sal e pimenta preta acabada de moer

Lavar muito bem a beterraba e levar a cozer, com a casca, numa panela com bastante água, juntamente com uma cebola, a cenoura descascada, a folha de louro, a salsa, o talo de alho-francês, dois dentes de alho esmagados, sal, pimenta e um fio e azeite.
Quando a beterraba estiver bem cozida, retirar do caldo e deixar arrefecer antes de retirar a pele e cortar em cubos. Retirar eventuais impurezas do caldo, coar e reservar (deve perfazer cerca de 700 ml).

Entretanto, levar ao lume num fio de azeite uma cebola e dois dentes de alho bem picados. Deixar cozinhar um pouco e juntar a cevadinha. Adicionar o vinho branco e deixar evaporar. A partir daqui, vá juntando o caldo aos poucos, mexendo sempre, cerca de 20 minutos. Raspe uma laranja e reserve a raspa. Extraia o sumo da laranja e junte-lhe duas colheres de sopa de vinagre balsâmico. Se achar esta mistura muito ácida, junte-lhe uma colher de chá de açúcar. Adicione à panela e mexa bem. Deixe evaporar um pouco, veja se o grão já está no ponto de cozedura ideal - deve ficar al dente -  e junte mais caldo se necessário. Pouco tempo antes de atingir o ponto ideal, junte a beterraba em cubos e metade do queijo de cabra. Envolva bem e prove para retificar os temperos, adicionando por fim a maior parte da raspa da laranja. No total, deverá demorar cerca de 30 minutos a ficar no ponto.
Sirva com mais queijo de cabra por cima, polvilhado com raspa de laranja e pimenta preta acabada de moer.


*Há quem demolhe a cevadinha de véspera. Eu já experimentei e não notei que cozesse mais rápido...



4 comentários

Comentar post

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D