Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lume Brando

11
Dez17

Sugestão de presente caseiro para o Natal [Alperces com chocolate negro]

alperce-mix2.jpg

 

alperce-chocolate_2.JPG

alperce-chocolate_1.JPG

 

Parece-me incrível que faltem apenas duas semanas para o Natal. Normalmente, começo a entrar no espírito da quadra de cada ano fazendo muitos planos: de decoração, de receitas para as festas de família, de presentes comestíveis. Mas depois, os dias começam a atropelar-se e nunca consigo fazer tudo o que tinha idealizado.

 

Este ano, com o atraso das obras que estamos a fazer no nosso apartamento – era suposto já estarem prontas, mas ainda nem sequer sei se poderei acordar no dia de Natal em casa, o que me tem deixado os nervos em franja - os planos ficaram ainda mais em suspenso.

 

Estando a viver em casa de um dos meus irmãos, tenho uma cozinha à minha disposição, mas fazem-me falta as minhas coisas, o meu forno, as minhas formas, os meus utensílios. Digamos que trouxe comigo um kit de sobrevivência, mas estou limitada a receitas mais simples, sobretudo no que toca a bolos e sobremesas.

 

Fazer bolachas, por exemplo, não é muito prático, pois não tenho uma grande área de trabalho. Pelo que andei a pensar numa lembrança de Natal que não exigisse grande “produção”, mas que fosse deliciosa. E aqui está ela: alperces secos banhados em chocolate negro.

 

Aviso já de que são altamente viciantes, por isso sugiro que façam uma dose bem generosa, para poderem ficar com alguns. Pensando bem, nem é preciso o pretexto do Natal e dos presentes para experimentar esta coisa boa: estes alperces com chocolate funcionam na perfeição como um snack ou como um pequeno mimo para acompanhar o café. Yummy!

 

alperces-mix.jpg

 

ALPERCES SECOS COM CHOCOLATE NEGRO

Para 50

 

50 alperces secos – cerca de 400 g

160 g de chocolate negro

 

Forre um tabuleiro com papel vegetal. Leve a derreter o chocolate em banho-maria.

Mergulhe metade de cada alperce no chocolate e coloque a secar sobre o papel vegetal. Repita com os restantes alperces. Deixe secar bem o chocolate antes de guardá-los em frascos ou sacos de celofane.

 

13
Nov16

Duas trincas de energia [Trufas de Figo, Amêndoa e Chocolate]

 

trufa_figo_total2.jpg

trufa_figo_total.jpg

trufas_figo_mix1.jpg

 

As últimas semanas têm sido uma loucura. A 27 de outubro, o dia em que o meu livro - Estava Tudo Ótimo! - foi colocado à venda, começou o rodopio das idas aos programas televisivos.

 

Primeiro fui ao A Praça, na RTP1, depois dei um salto ao Olá Maria, no Porto Canal e no dia 3 de novembro fui ao Você na TV, na TVI. Já na semana que passou, voltei a Lisboa para uma presença no programa Faz Sentido, da SIC Mulher, e para a gravação da participação no É a Vida Alvim, do Canal Q, que será transmitido dia 18 de novembro, à meia-noite.

 

Pelo meio, tive a sessão de apresentação do livro na FNAC do NorteShopping, um momento muito especial, rodeada de tanta, mas tanta gente: família, amigos, foodbloggers queridas e fãs do blogue encheram o auditório e, mais importante do que isso, encheram o meu coração de mimo e felicidade.

 

As minhas idas a Lisboa, apesar de rápidas, exigiram que passasse a noite na capital. Fiquei a dormir em casa de uma amiga de infância, a Beatriz, que me acolheu de braços abertos. Da primeira vez, depois do delicioso jantar que a Beatriz preparou, tive direito a um chá reconfortante acompanhado de umas trufas de figo deliciosas da Maria Granel.

 

Depois de dias tão preenchidos e cansativos, devido sobretudo às viagens de comboio e às manhãs madrugadoras, a minha energia estava a precisar de um boost. Resolvi por isso recrear as trufas de figo que comi em Lisboa. Como seria de esperar, não ficaram iguais às originais, mas vão cumprir o seu propósito: servir de snack saboroso, energético e saudável para os próximos dias que, mesmo sem viagens ou aparições na TV, prometem vir a ser igualmente intensos!

 

trufas_figo_mix2.jpg

 

TRUFAS DE FIGO, AMÊNDOA E CHOCOLATE

Para cerca de 20

 

200 g de figos secos

70 g de miolo de amêndoa sem pele

40 g de chocolate preto 70% cacau

1 colher de chá de azeite extravirgem suave

Raspas de laranja q.b.

Cacau em pó para revestir as trufas

 

Corte os pés aos figos, se achar que são muito duros.

Coloque todos os ingredientes, à exceção do cacau em pó, num robot de cozinha e triture até obter umas migalhas moldáveis.

Faça bolinhas do tamanho de brigadeiros, pressionando bem a mistura, passe pelo cacau em pó e coloque em forminhas de papel.

 

Nota: estas trufas dão um bom presente, basta colocá-las numa lata ou caixa bonita!

 

 

 

19
Fev16

A pipoca mais salgada.

















Pronto. Não resisti a fazer um trocadilho com o nome de um blog famoso.
Estou oficialmente viciada em pipocas salgadas. E eu que achava só gostar das doces, desde que há muitos anos, numa viagem aos Estados Unidos, comprei pipocas no cinema e quase que era expulsa da sala pela reação que tive quando me apercebi que não eram doces como as que comíamos cá.

A culpa desta mudança boa foi de um almoço recente com um grupo de amigas bloggers, num restaurante muito cool, ora espreitem aqui.

Logo de início, espalham umas canecas de esmalte com pipocas salgadas pela mesa e pelo que me apercebi os sabores vão variando. No dia em que fomos estavam temperadas com paprika e simplesmente adorei. Não descansei enquanto não tentei fazê-las em casa.
Depois de prontas, decidi dividi-las: numa taça juntei sal fino, paprika normal e paprika picante e às outras adicionei sal fino, pimenta preta acabada de moer e caril em pó. Tão boas!
Mas estas são apenas duas das infinitas possibilidades de transformar as pipocas num snack divertido (e viciante!). Pensem nos vossos sabores favoritos e toca a experimentar.
Sim, porque da próxima vez que tiverem amigos aí em casa, vão colocar umas minis a refrescar, vão fazer um panelão de pipocas salgadas e vai ser um sucesso!

E sabem outra coisa interessante? Fi-las com azeite e não com óleo vegetal, como é comum, e resultou na perfeição.

Bom fim de semana!
















PIPOCAS SALGADAS - DUAS VERSÕES
- Picantes com paprika
- Caril

Azeite
Milho para pipocas
Sal fino
Paprika
Paprika picante
Pimenta preta acabada de moer
Caril em pó

[Não coloco as quantidades dos ingredientes porque vai depender muito da quantidade de pipocas que quiserem fazer e do vosso gosto relativamente às especiarias].

Coloque um fundo de azeite numa panela grande e alta (usei a minha panela da sopa e rendeu imenso) - não é preciso muito azeite, basta cobrir o fundo.
Espalhe por cima o milho, fazendo uma camada compacta, mas não sobrepondo os grãos.
Tape e leve ao fogão em lume médio.
Passados alguns minutos vai começar a ouvir os estalos. De vez em quando abane a panela, com cuidado para a tampa não abrir.
Desligue e retire do lume quando deixar de ouvir estalar.
Verta metade das pipocas para uma taça ou panela com tampa e tempere com sal fino, pimenta preta acabada de moer e o caril em pó. Tape e agite bem. Prove e ajuste os temperos, se necessário.
Às pipocas que ficaram no tacho, junte sal fino, bastante paprika da normal e mais um pouco da picante. Tape e agite bem. Prove e retifique os temperos se necessário.
Se não for servir logo, guarde as pipocas numa caixa ou saco hermético.



04
Ago13

Holiday mode.
































As nossas férias começam oficialmente este fim-de-semana.
Serão duas semanas aqui pelo norte do país, dedicados sobretudo à família, mas durante os quais espero conseguir fazer algumas experiências em volta do fogão.
Será o tempo das limonadas em regime non-stop, dos granizados de morango e espumante, das suculentas saladas de tomate caseiro, dos almoços ao ar livre, das pizzas no forno de lenha, dos petiscos improvisados.
E por falar em petiscos, aqui fica uma sugestão fácil e diferente para um aperitivo de Verão: grão de comer à mão.
Para debicar sem parar, enquanto se bebe um cerveja gelada e se conversa sem pressas num fim-de-tarde deste Agosto.

//

Fist day of holidays.
Two weeks around the north of Portugal, mainly dedicated to the family, though I'll try to cook some new recipes.
This will be the time for for non-stop lemonades, strawberry and champagne granites, wood fired oven pizzas, great organic tomato salads, outdoor lunches and improvised snacks.
Speaking of snacks, here's an easy and different suggestion for a summer appetizer or savoury treat: roasted chickpeas.
Nible them while drinking a cold beer and having a nice talk - without watch! - with your friends or family this August.





Aperitivospicantes de grão-de-bico
(adaptado darevista Everyday Food)

1 frasco degrão-de-bico cozido (cerca de 400 g - usei do Lidl)
¼ de chávenade azeite
1 colher decafé rasa de pimenta de caiena
1 colher desopa de cominhos em semente
1 colher de caféde sal (ou um pouco de flor de sal antes de servir)

Ligue oforno nos 230º.
Forre umtabuleiro com papel vegetal, verta sobre ele o azeite e leve ao forno durante2/3 minutos.
Passe porágua o grão e escorra bem (eu sequei-o com papel de cozinha).
Não descarteas peles que saírem: vão ficar óptimas, bem estaladiças.
Numa taça,junte o grão e os temperos, envolvendo bem.
Retire otabuleiro do forno e deite o grão-de-bico sobre o azeite com cuidado.
Espalhe bem,com a ajuda de uma escumadeira, por exemplo, fazendo com que todo o grão fiquerevestido de azeite e espalhando para criar uma só camada. Deixe cozer durantecerca de 30 minutos (para a próxima vou deixar ainda mais tempo no forno, paraficarem ainda crocantes).
Retire ogrão do forno (cuidado, que um ou outro grão pode rebentar!) para um pratoforrado com papel de cozinha.
Passe para oprato ou taça de servir e sirva com uma cerveja bem fresca.

Notas: gostei desta primeira experiência,mas para a próxima irei usar temperos mais mediterrânicos. A quantidade dasespeciarias deve ficar ao critério de cada um: a receita original, por exemplo,pedia demasiada pimenta para os nossos hábitos e gostos.

//

Roasted spicy chickpeas
(adapted from Everyday Food magazine)

400 g aprox. canned chickpeas
¼ cup olive oil
1 'coffee' spoon cayenne pepper 
1 tablespoon cumin seed
1 teaspoon of salt (or a pinch of fleur de sel before serving)

Preheat the oven to 230 º.
Line a baking tray with greaseproof paper, pour olive oil on it and heat in the oven for 2/3 minutes.
Rinse and drain well the chickpeas (I used paper towel).
Do not discard any chickpea skin: they'll get nice and crispy.
In a bowl, combine the chickpeas and seasonings, involving well.
Remove the bakin tray from the oven and spread the chickpeas over the hot olive oil, carefully, making just one layer.
Bake for approximately 30 minutes (next time I'll let them longer in the oven for a crispier result).
Remove from the oven (careful, because one or other chickpea can pop!) and transfer to a plate lined with paper towel. Transfer to serving bowl and enjoy with a cold beer.

Notes: I enjoyed this first experience, but next time I'll use different spices and herbs, in a more mediterranean version. The amount of spices, especially pepper, should be used accordingly to your taste.


Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D