Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lume Brando

15
Out14

Para um lanche de Outono.


Quando as maçãs de Trás-os Montes chegam com fartura a minha casa, por mãos familiares amigas, sei que estamos no Outono.
E que já não tenho de arranjar desculpas para ligar o forno numa base... diária.
Apesar de muito saborosas quando comidas ao natural, há sempre algumas que acabam em doces e sobremesas.

A massa deste rolo é uma adaptação da torta de Viana: desta vez usei mais um ovo (eram pequenos) e açúcar amarelo. Quanto ao recheio foi uma experiência para duas receitas: um gelado que espero conseguir fazer em breve e a que hoje vos trago. É um bolo simples, mas que sabe bem com uma chávena de chá, agora que os dias começam a pedi-lo.

Mas antes de passarmos à receita, queria falar-vos da bonita panela que aparece nas fotos.
É uma Le Creuset e surge no âmbito de uma colaboração entre o Lume Brando e esta marca francesa, conhecida pelos seus tachos e panelas em ferro fundido. Apesar de ter começado a usar os produtos da marca há pouco tempo (mas suspirava por eles há muito) estou encantada: aquecem de uma forma surpreendente. Parece que estamos a cozinhar com gás e não com placa eléctrica ou de indução (eu gosto de cozinhar com gás, acho que a comida fica com outro sabor, mas em casa não tenho) e são fáceis - muito fáceis mesmo - de lavar e limpar (apesar das peças poderem ir à máquina, são tão bonitas e especiais, que as tenho lavado à mão). Bem sei que o preço pode ser um entrave à compra, mas pensem nestas panelas como um investimento para a vida. Sim, porque a Le Creuset oferece garantia vitalícia. Podem seguir as novidades da marca aqui.














ROLO DE MAÇÃ COM CANELA

Para o recheio:

Cerca de 1 kg de maçãs partidas em cubos  (pesadas já sem casca)
1/2 chávena mal cheia de Vaqueiro líquida
4 colheres de sopa açúcar amarelo
2 colheres de sopa de rum
1 pau de canela
1 limão
Canela em pó qb

Descascar e partir as maçãs aos cubinhos para uma taça e regar com sumo de 1/2 limão. Levar ao lume a Vaqueiro e o açúcar. Deixar o açúcar derreter e introduzir as maçãs com o pau de canela e o sumo da outra metade do limão. Envolver bem as maçãs na mistura de Vaqueiro e açúcar e deixar cozinhar até começarem a amaciar. Juntar o rum e deixar cozinhar mais algum tempo. Se vir que está com pouco líquido, junte um pouco de água. Estará pronto quando grande parte dos pedacinhos de maçã já estiverem desfeitos em puré. Junte canela em pó a gosto, prove e rectifique se for necessário. Descarte o pau de canela e deixe arrefecer.

Nota: no rolo usei cerca de 2/3 da quantidade do recheio. O resto espero vir a usar num gelado :)

Para a massa:

7 ovos pequenos (ou 6 normais), separados
Raspa de limão qb
125 g de açúcar amarelo + algum para polvilhar
100 g de farinha sem fermento
Açúcar em pó e canela para polvilhar

Pré-aquecer o forno nos 200º.
Forrar um tabuleiro (usei um com 36 x 24 cm) com papel vegetal e untar com manteiga ou spray desmoldante.
Bater bem as gemas com o açúcar amarelo e a raspa de limão (desta vez usei um batedor de varas e bati cerca de 5 minutos). Bater as claras em castelo e envolvê-las na mistura das gemas.
Adicionar a farinha, envolver bem para que fique integrada na massa.
Verter sobre a forma, alisar e levar ao forno cerca de 12 minutos (este cozeu mais rápido do que a torta de Viana costuma cozer!) ou até o palito sair seco do seu interior (usar um palito fininho, para que o furo não se note).
Desenformar sobre um pano de cozinha húmido e polvilhado com açúcar amarelo.
Retirar o papel vegetal com cuidado e barrar com o recheio de maçãs.
Aguardar uns 10 minutos e enrolar com a ajuda do pano.
Deixar que arrefeça mais um pouco, aparar as extremidades, para ficar mais bonito, e passar para o prato de servir. Polvilhar com uma mistura de açúcar em pó e canela.


Outras receitas com maçã:

Maçã assada com crumble de amêndoa
Tarte leve de maçã e amêndoa
Torta de maçã
Bolo de maçã




11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D