Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lume Brando

05
Out09

Martha meets Jamie





Uma tarte perfeita para o Outono, que me ajudou a escoar as maçãs que nos têm chegado dos quintais da família.
A receita da massa está neste livro delicioso. Esta foi a primeira vez que a fiz, mas entretanto já repeti e estou completamente rendida à sua simplicidade, versatilidade e textura. O recheio, esse, foi adaptado desta receita do livro 'Jamie at Home'.

Tarte de maçã ao estilo americano

Para a massa quebrada (pâte brisée)

375 g farinha
240 g de manteiga fria
(usei Vaqueiro)
60 ml de água gelada
Sal
(como a Vaqueiro tem sal, não usei)

Misturar à mão ou num robot de cozinha a farinha e o sal, se for caso disso.
Juntar a manteiga fria partida aos pedaços e misturar até ficar com a consistência de migalhas
(na Bimby: 8 seg. Vel.6).
Com o robot a funcionar, ou manualmente, ir juntando a água gelada em fio até a massa ficar uniforme (nunca mais de 30 seg. num robot de cozinha; Bimby: 20 seg. Vel.6). Pode não ser necessária toda a água: confirmar a consistência da massa apertando uma pequena porção com os dedos - deve estar macia e maleável mas não pegajosa.
Dividir a massa em duas bolas, achatá-las em forma de disco, envolvê-las em película aderente e levar ao frigorífico no mínimo durante 1 hora. O ideal mesmo é que repouse durante a noite no frio
(esta massa pode ser guardada no congelador durante um mês, devendo neste caso ser descongelada no frigorífico antes de ser usada).

Para o recheio:

600 g de maçãs (pesei-as já descascadas e fatiadas, mas julgo que será o correspondente a cerca de 1,200 kg de maçãs inteiras)
Sumo de 1 limão
50 g manteiga + alguma para untar
100 g de açúcar fino
1 ovo batido para pincelar
Canela e açúcar em pó para polvilhar


Pré-aquecer o forno nos 200º.
Colocar o açúcar e a manteiga num tacho e levar ao lume. Assim que a manteiga derreter, juntar as maçãs
(descascadas, cortadas em fatias médias e regadas com sumo de limão), e cozinhar com o tacho tapado durante cerca de 20 minutos, mexendo de vez em quando. Deixar arrefecer.
Entretanto, retirar a massa quebrada do frigorífico. Passados alguns minutos - os suficientes para a massa ficar mais maleável - estender os discos de massa numa superfície polvilhada com farinha, com a ajuda do rolo. Com uma das porções, forrar o fundo e os lados de uma tarteira
(+- 26 cm de diâmetro) untada com manteiga.
Colocar o recheio de maçãs. Cobrir a tarteira com o outro disco estendido de massa, unindo com os dedos a massa de cima à massa de baixo. Com uma faca, fazer três pequenos golpes, espaçados, na cobertura, para deixar sair o vapor
(eu usei um cortante pequeno de bolachas). Pincelar com ovo batido e polvilhar com açúcar e canela em pó.
Levar ao forno. Após os primeiros 20 minutos ou quando a massa começar a ficar dourada, reduzir a temperatura para os 180º. Continuar a cozer durante mais 40 ou 50 minutos. No final, o sumo das maçãs deve ficar a borbulhar e a cobertura deve ficar bem dourada. É ainda aconselhável rodar a tarte no forno a meio da cozedura, para que fique cozida uniformemente.


O resultado é uma tarte estaladiça por fora, suculenta e doce por dentro. Servir simples, com uma bola de gelado de baunilha ou, para seguir a sugestão do Jamie, com uma colherada de "custard", uma espécie de leite-creme. Imagino que o Jamie se esteja a referir ao genuíno 'custard', feito com ovos, e não ao creme que se faz com o Custard Powder - amido de milho aromatizado com baunilha e corante amarelo, que permite fazer uma espécie de leite-creme instantâneo...

2 comentários

Comentar post

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D