Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lume Brando

11
Out09

Com peso e medida.



"For solids, use cups only for estimating and for when an ingredient's exact measure isn't critical to the recipe. When you want accuracy in the quantity of solids, use a scale to weigh it. Using a scale is a must when making delicate sauces and pastries, where accuracy is vital."

Retirado daqui.

Quando às vezes escrevo que as receitas que apresentam as quantidades de sólidos em 'chávenas' me deixam algo confusa, não quer dizer que não saiba que esse sistema é comum em muitos países, nomeadamente nos Estados Unidos, e que existem uns conjuntos de colheres-chávenas medidoras com as respectivas capacidades expressas em cups. Só que da vasta parafernália culinária que tenho acumulado, não consta nenhum desses acessórios. Quer dizer, até tenho um conjunto desse género, mas é do Ikea e as capacidades vêm expressas em dl e ml e a colher-chávena maior é de apenas 100 ml. De modos que, volta e meia, lá ando eu à cata da chávena certa, até porque nem sempre a 'chávena' de uma receita corresponde exactamente ao mesmo volume ou peso da 'chávena' de outra receita. Depende do autor ou do país de onde nos chega a receita, sendo que nos EUA, por exemplo, 1 chávena/1 cup = 240 ml.
No 1º livro de Mafalda Pinto Leite existe no final uma tabela de conversões, só que aqui, por exemplo, 1 'chávena' é igual a 250 ml de volume, logo, as correspondências em gramas para ingredientes sólidos (farinha, açúcar...) são necessariamente um pouco diferentes das saídas de uma 'chávena' com diferente capacidade.
Preferia que as receitas me apresentassem sempre as quantidades de acordo com o sistema métrico internacional (litros, gramas, centímetros... ) mas mesmo por cá, em revistas e livros portugueses, é cada vez mais normal a unidade de medida ser a 'chávena'.
Sinal da globalização e sinal de que o melhor mesmo é investir em breve num bom measuring cup set, de preferência daqueles em que cada recipiente corresponde na totalidade à quantidade em causa, para que com uma faca ou espátula possa nivelar o ingrediente e tornar a medição mais precisa. Tanto no site de onde retirei a citação do início do post, como aqui, tenho muito por onde escolher.

1 comentário

Comentar post

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D