Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lume Brando

09
Abr15

Celebrar.



















Esta foi a minha primeira receita para a secção Lifestyle do jornal online Observador, publicada por altura do Dia dos Namorados. Uma colaboração que me tem dado bastante prazer e que espero que os leitores do jornal (e os fãs do blog) estejam a gostar de seguir.

E porque não há dia certo para festejar o amor ou para brindar às outras coisas boas da vida, aqui fica esta tarte de aspecto delicado mas de sabor intenso.

Claro que apesar de podermos e devermos viver todos os dias gratos e em clima de celebração, não vamos fazer esta tarte todos os dias, certo? 

[Achei que era melhor colocar aqui esta advertência, uma vez que parece que anda tudo doido com o açúcar, como se só agora se tivesse descoberto que consumido em excesso faz mal à saúde. Se a nossa dieta for equilibrada, dando clara prioridade aos legumes, às leguminosas e à fruta e evitando alimentos processados, podemos de vez em quando 'pecar' com uma fatia desta ou de outra tarte gulosa. Já agora, a propósito deste tema, gosto especialmente de uma frase de Michael Pollan, que é um dos seus princípios para uma alimentação correcta: "Não coma nada que a sua avó não reconhecesse como comida". Ora a minha avó Maria, que é a pessoa que eu conheci que melhor se soube alimentar - e viveu até aos 99 anos - nunca baniu o açúcar da sua dieta]

Se quiserem, como eu, usar saco pasteleiro para cobrir a tarte, certifiquem-se de que usam natas que ficam bem firmes depois de batidas; podem também usar natas vegetais (à venda em lojas de artigos para bolos) ou juntar Chantifix, omitindo neste caso o sumo de limão.



TARTE DE CHOCOLATE E CARAMELO

Para a massa
50 g demiolo de avelã moído
100 g defarinha de trigo sem fermento
10 g deaçúcar baunilhado
40 demanteiga ou margarina fria
5-10 ml deágua fria

Para a camada de chocolate
200 ml denatas para bater (mínimo 35% de gordura)
1 tablete dechocolate de culinária (200 g)

Para a camada de molho toffee
100 g deaçúcar amarelo ou mascavado
125 g denatas para bater (mínimo 35% de gordura)
20 g demanteiga

Para a cobertura
180 g denatas para bater (mínimo 35% de gordura) bem frias
(mesmodepois de terem estado no frigorífico, pode colocá-las uns 15 minutos nocongelador antes de batê-las para garantir um melhor resultado)
Algumasgotas de limão
230 g deleite condensado cozido


Pré-aqueça oforno nos 180º e comece por preparar a massa: junte todos os ingredientes numataça, à exceção da água. Misture-os com as pontas dos dedos, formando uma basehomogénea e junte, aos poucos, a água, amassando e vendo sempre se necessita demais antes de acrescentar. Deve ficar uma massa macia. Passe as mãos porfarinha, se for necessário, e forme uma bola. Divida esta em pedaços eespalhe-os pela forma de tarte que vai utilizar e, com a ajuda dos polegares,forre a forma, pressionando, esticando a massa e unindo os pedaços (é maisfácil do que parece; se usar o rolo, a massa vai partir-se). Coloque por cimapapel vegetal, encha de feijão, arroz ou pesos próprios e leve ao forno cercade 15 minutos, retire o papel vegetal e os pesos e volte a levar ao forno cercade 10 minutos ou até achar que a massa está bem cozida e dourada. Retire doforno e dexe arrefecer completamente.

Entretanto,parta o chocolate em pedaços para uma taça de vidro, cerâmica ou metal e reserve.Leve as natas ao lume médio e, quando fervilharem, coe-as diretamente para ataça do chocolate. Espere uns 5 minutos e mexa bem com um batedor de varas, atéobter um creme liso, espesso e brilhante. Deixe arrefecer um pouco e vertasobre a massa da tarte já fria.

Noutrotachinho leve ao lume todos os ingredientes para o molho toffee. Mexa, até amanteiga estar bem derretida e deixe ferver durante alguns minutos paraengrossar um pouco (o açúcar mascavado carameliza mais rapidamente, deixefervilhar apenas 5 minutos; se usar açúcar amarelo vai precisar de mais algunsminutos).
Deixe ficarmorno e verta por cima da camada de chocolate. Leve ao frio.

Para acobertura, bata as natas em chantilly firme (sem adicionar açúcar). A meio doprocesso junte umas pinguinhas de limão, vai ver que ajuda a ficarem maisespessas (também pode usar natas vegetais, das que se compram em lojas deartigos para bolos e pastelaria e que ficam bastante firmes).
Noutra taça,coloque o leite condensado cozido e mexa bem com um batedor de varas,desfazendo eventuais grumos e deixando-o bem cremoso. Com uma espátula,incorpore delicadamente as natas no leite condensado. Passe este creme para umsaco munido de bico pasteleiro e cubra a tarte.
Leve ao frio antes de servir.



Para ver a publicação original, é só clicar aqui.


11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D