Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lume Brando

20
Abr16

Almoço [delicioso] para 1.
















Se eu podia ser vegetariana? Podia. Se eu podia ser vegan? Não.
Seria muito, mas muito complicado, não poder comer ovos ou derivados do leite.
Se o tivesse de fazer por algum motivo sério de saúde, bom, lá teria de ser, mas a mudança iria ser bastante custosa, tenho a certeza.

Não poder comer uma omelete suculenta e rica, como esta, feita com ovos caseiros? Não quero sequer imaginar.

Ultimamente, tenho almoçado mais vezes em casa, sozinha, e se em muitos dias há sobras da noite anterior, de vez em quando tenho de improvisar algo de propósito (para não atacar os cereais ou as papas que ainda aparecem aqui por casa).

Esta omelete foi um dos pratos do dia desta semana e resultou num dos melhores almoços solitários de sempre. Rápida e deliciosa, recheada com os cogumelos shiitake prontos a comer da Casa do Chascada, um projeto de que já vos falei neste post.

Uma receita a repetir. Para um, dois, ou mais.

















OMELETE COM COGUMELOS SHIITAKE DE CONSERVA

2 ovos, preferencialmente caseiros
1 colher de sopa de salsa picada
2 colheres de sopa de leite
1/4 de uma cebola pequena picada finamente
Sal qb
Pimenta preta acabada de moer qb
2 colheres de sopa de cogumelos shiitake em azeite bem escorridos
Azeite para untar a sertã

Parta os ovos para uma taça média, junte o leite e bata muito bem com um garfo (o leite torna a omelete mais fofa).
Junte a cebola picadinha, a salsa também picada e tempere com sal e pimenta preta.
Unte uma sertã antiaderente com azeite (use papel de cozinha para passar o azeite e retirar o excesso; se a sua sertã tiver um bom revestimento e for mesmo antiaderente, poderá eventualmente saltar este passo).
Aqueça bem a sertã e verta os ovos. Vá vigiando, e quando já estiver cozida por baixo e já só restar uma camada fina de ovo líquido na parte superior, espalhe os cogumelos bem escorridos em metade da omolete e dobre sobre esta a outra metade, com a ajuda de uma espátula. Deixe cozinhar mais um pouco e retire com cuidado para o prato. Sirva com rúcula ou outra salada de verdes.

5 comentários

Comentar post

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D