Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Lume Brando

06
Nov17

Adoramos a Nossa Gastronomia: o Grande Final [e uma receita de Francesinha]

francesinha-coca-cola_7.JPG

francesinha-coca-cola_2.JPG

 

A iniciativa “Adoramos a nossa gastronomia com Coca-Cola”, de que já falei aqui no blogue (no final do post encontram os links para os três posts anteriores, com três receitas de cozinha tradicional portuguesa), está quase a chegar ao seu delicioso final.

 

Esta homenagem da Coca-Cola aos melhores sabores de cada região portuguesa culminará num grande evento gastronómico a decorrer no Porto, nos dias 17, 18 e 19 de novembro, nos Jardins do Palácio de Cristal.

 

Como se lembram, a iniciativa dividiu o país em 12 grandes regiões, com o objetivo de identificar, em cada uma delas, qual o prato mais representativo. Para isso, mobilizaram-se vários restaurantes onde eram servidos os pratos a concurso - três por região -  sendo que os clientes dos restaurantes aderentes eram convidados a votar tanto no prato como no restaurante favorito, com vários prémios para os participantes pelo meio.

 

Agora, de 17 a 19 de novembro na Cidade Invicta, vamos poder provar os pratos vencedores de cada região, confecionados pelos restaurantes mais votados. Será uma grande festa gastronómica, com muita música ao vivo e vários showcookings liderados pelo Chef António Vieira, o Chef Embaixador da iniciativa.

 

A entrada tem o valor de €2,5, com oferta de um copo contour, 1 livro de receitas e 1 bebida. Uma vez no recinto, poderá adquirir os pratos que quiser provar nas respetivas bancas.

 

Mas afinal, que pratos da Cozinha Regional Portuguesa vamos poder saborear e que restaurantes estarão presentes? Veja aqui a lista, quase, quase a ficar completa:

 

- Algarve - Cataplana - Restaurante Mar e Serra

- Grande Lisboa -  Bife à Portuguesa - Restaurante O Bitoque
- Sul Tejo Litoral - Choco Frito - Restaurante Tipica o Pescador II
- Açores -Bife à regional - Restaurante Galego
- Madeira - Espetada madeirense - Restaurante Vila da Carne 
- Norte Litoral - Leitão Assado - Restaurante Capri
- Centro Litoral - Bacalhau assado com batatas a murro - Restaurante o Vieira

- Norte interior - Polvo Assado - Restaurante Forno da Rua 

- Sul Tejo Interior - Ensopado de Borrego - Restaurante Raposo 

- Baixo Minho – a revelar em breve!

- Alto Minho – a revelar em breve!

- Grande Porto – a revelar em breve!

 

O Grande Porto - a minha região - foi a última a entrar em concurso e estou curiosa para saber qual o prato vencedor, entre as Tripas, a Francesinha e o Bacalhau à Gomes de Sá. No entanto, como a Francesinha é, dos três, o prato mais emblemático da cidade – sobre o qual há discussões épicas e opiniões acaloradas, desde o melhor sítio onde comê-la à receita mais original – decidi associar a este post uma receita de Francesinha. Foi a segunda vez que me aventurei a preparar este ex-libris da cozinha portuense e, ainda que não tenha ficado tão boa como a minha francesinha preferida - servida na Póvoa de Varzim, com algumas nuances relativamente à tradicional - acho que até não me saí mal de todo (já agora, se quiserem, podem deixar nos comentários qual o melhor sítio, na vossa opinião, para comer uma francesinha!).

 

Aqui fica a minha receita, cujo molho – que é, para mim, aquilo que faz realmente a diferença numa francesinha – foi inspirado num conjunto de receitas que consultei, inclusivamente a que está no site da iniciativa - www.adoramosanossagastronomia.pt e, que fui provando e ajustando até ficar ao meu gosto.

 

Bom apetite!

 

francesinha-coca-cola.JPG

FRANCESINHA

 

Para 4:

 

8 fatias de pão de forma grossas (de padaria)

4 salsichas frescas

4 linguiças

4 fatias de fiambre

4 bifinhos de vaca finos e tenros

16 fatias de queijo flamengo

2 cebolas médias

Azeite qb

1 folha de louro

1 cubo de caldo de carne

1 frasco de polpa de tomate

1 colher de sopa bem cheia de maizena

1 cerveja mini

30 ml de brandy

30 ml de vinho do Porto

1 caneca de água

1 caneca de leite – p/adicionar aos poucos

Sal qb

Picante (usei piri-piri) qb

Açúcar qb (opcional)

 

Comece por fazer o molho: pique as cebolas e leve a alourar num fundo de azeite com a folha de louro. Junte o caldo de carne e a polpa de tomate e mexa bem. Adicione a cerveja, o brandy, o vinho do Porto e a água e deixe ferver. Desfaça a maizena num pouco de leite e adicione ao molho mexendo sempre. Tempere com sal e o picante. Se achar necessário, vá juntando mais leite e retificando os temperos. Se achar que está ácido, devido ao tomate, junte uma pitada de açúcar. Deixe cozinhar lentamente para o álcool se evaporar. Retire o louro, triture com a varinha mágica e mantenha bem quente.

Entretanto grelhe as linguiças partidas ao meio no sentido do comprimento, as salsichas frescas (comecei por grelhá-las inteiras e depois cortei-as ao meio no sentido do comprimento e grelhei o interior) e os bifes. Mantenha tudo quente.

Aqueça ligeiramente as fatias de pão, para as secar e deixar mais firmes (no forno por exemplo).

Para montar, coloque uma fatia de pão num prato fundo, cubra com uma fatia de fiambre, um bife, duas metades de linguiça e duas metades de salsicha fresca. Cubra com outra fatia de pão, pressione ligeiramente, e forre a sanduíche com 4 fatias de queijo. Cubra com molho a ferver e repita com os restantes ingredientes. Diz a tradição que o queijo deve derreter com a alta temperatura do molho, não sendo necessário forno, no entanto, para que as primeiras francesinhas a serem montadas não arrefeçam, mantenha-as no forno até estarem todas prontas.

 

Mais informação e receitas sobre esta iniciativa:

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D