Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lume Brando

18
Mai14

Happy World Baking Day 2014!











Hoje é dia de ligar o forno, fazer um bolo e mimar alguém especial.
Quem diz um bolo, diz umas bolachas, uns queques ou uma tarte.
Claro que podemos fazer isto noutro dia qualquer, mas hoje, para além de ser domingo - dia em que normalmente temos mais tempo para a cozinha - é o World Baking Day.
Em Portugal, esta data é dinamizada pela Vaqueiro, que pretende reforçar a importância da comida caseira e da partilha. No âmbito desta iniciativa, recebi há uns tempos uma caixa muito engraçada em forma de forno. Lá dentro, muitas surpresas, entre as quais a Vaqueiro líquida, a farinha Maizena e o açúcar Moreno Sores, ingredientes que usei nesta receita: um bolo de banana, coco e caramelo, que há muito tinha marcado no livro da Leonor de Sousa Bastos. E só depois de fazer o bolo é que me lembrei que já o ano passado tinha celebrado este dia com uma receita do Flagrante Delícia, um dos meus blogs favoritos, que infelizmente tem estado parado (volta Leonor, temos saudades!).
Podem ver o meu post do ano passado aqui.

Este é um bolo algo diferente dos que eu costumo fazer, sobretudo ao nível da massa. Fiz umas pequenas alterações: substituí a quantidade de farinha normal por metade de farinha de espelta e metade de Maizena, e usei Vaqueiro líquida em vez de manteiga derretida. Mas pela fotografia do livro, o resultado foi muito idêntico ao original. A massa, apesar de densa e compacta, é húmida e a combinação de sabores funciona tão bem, que foi bastante apreciado pelo provador-mor, que normalmente só se deixa encantar por bolos de chocolate.

Seja com esta ou outra receita, não deixem de celebrar o World Baking Day.
Decidam quem vão mimar, escolham os ingredientes, liguem o forno e... façam mais um bolo!















BOLO DE BANANA E COCO COM COBERTURA DE CARAMELO
(adaptado do livro "Flagrante Delícia", de Leonor de Sousa Bastos)

75 g de farinha de espelta
75 g de farinha Maizena
1/2 colher de fermento em pó
75 g de açúcar moreno Sores
60 g de coco ralado
2 ovos
75 ml de leite
50 g de Vaqueiro líquida
150 de puré de banana

Para a cobertura - banana salteada:
4 bananas (não muito maduras, para que não se desfaçam no caramelo)
100 g de açúcar
40 ml de rum

Pré-aquecer o forno nos 180º. Untar com manteiga e polvilhar com farinha uma forma quadrada de 20 cm. Forrar o fundo da forma com papel vegetal e untar/polvilhar este também (ou usar spray desmoldante). Misturar a farinha, o açúcar, o coco e o fermento. Noutra taça, bater os ovos ligeiramente e misturar com o leite, a manteiga e a banana esmagada. Misturar os ingredientes secos com os líquidos sem mexer demasiado, só até a massa estar ligada. Verter para a forma preparada, e levar ao forno entre 20 a 30 minutos ou até que um palito saia limpo do seu interior. Retirar do forno, desenformar e deixar arrefecer.
Para a cobertura: levar ao lume um tachinho com o açúcar até este caramelizar (não cair na tentação de mexer o açúcar). Adicionar as rodelinhas de banana e deixar saltear durante alguns minutos. Juntar o rum e deixar ferver uns minutos. Retirar do lume e cobrir o bolo com as rodelas de banana e o caramelo.


05
Mai14

Dia da Mãe: a mesa e o bolo.




Para ambos podermos passar o Dia da Mãe com as nossas mães, este ano voltei a fazer o almoço cá em casa. "Fazer" é uma força de expressão, pois na verdade só pus a mesa, preparei uns salgadinhos para entrada e fiz o bolo preferido da minha mãe
(na verdade não é bem um bolo, é mais uma sobremesa às camadas de massa folhada e doce de ovos).

O prato principal foi cabrito assado com arroz de forno, batatinha assada e legumes. Veio tudo daqui e tudo estava delicioso. O creme de legumes, a fruta, a mousse de chocolate e o pão de ló, que completaram o menu, foram trazidos pelas especialistas da família em cada um desses itens, e está fácil de ver que foi um almoço que durou até tarde.
Nestes almoços de Primavera, em que o sol também se faz de convidado, gosto de caprichar na mesa, enchê-la de flores e de cores ligadas a esta época do ano.
As flores que comprei na feira deram o mote rosa e assim surgiu uma mesa algo diferente da do ano passado, que podem espreitar aqui.

Quanto ao bolo, vou deixar aqui as indicações, mas como vos disse não é um bolo no sentido tradicional do termo. De vez em quando, há nas festas da nossa família um bolo parecido com este, vindo de Guimarães, que a minha mãe adora, mas que basicamente é isso: massa folhada e doce de ovos. Podem fazer o doce de ovos com bastante antecedência, e no dia é só levar ao forno as placas de massa folhada, que podem cortar na forma que desejarem ou até usarem inteiras.
Acho que da próxima vez irei usar placas de massa folhadas redondas, para ficar com mais ar de bolo.

Uma sobremesa pecaminosa, só para dias especiais. Como o de ontem.














BOLO DE MASSA FOLHADA COM DOCE DE OVOS

2 placas de massa folhada refrigeradas
+
Doce de ovos:
12 gemas + 1 ovo inteiro (usei caseiros, faz toda a diferença)
500 g de açúcar
250 g de água
1 pedaço de casca de limão
1 pau de canela

Comece por fazer o doce de ovos: num tacho, levar ao lume a água, o açúcar e os aromatizantes (limão e canela). Sem mexer, deixar levantar fervura. Quando começar a borbulhar (bolhas grandes em toda a superfície da calda), contar 4 ou 5 minutos (normalmente deixo ferver 3 minutos, mas desta vez quis que o doce de ovos ficasse um nadinha mais espesso). Retirar do lume, descartar o limão e a canela e verter em fio sobre as gemas e o ovo previamente desfeitos numa taça de metal, mexendo sempre. Coar para o tacho e levar ao lume até engrossar, cerca de 15 minutos, mexendo sempre para não ganhar grumos e sem deixar ferver. Colocar num frasco, deixar arrefecer e conservar no frigorífico.


Cozer a massa folhada: pré-aqueça o forno nos 200º. Corte a massa folhada em quadrados ou rectângulos, se esta for rectangular, e leve ao forno pré-aquecido em tabuleiros forrados com papel vegetal (pode aproveitar o papel vegetal que vem com a massa). Deixe cozer cerca de 15 minutos ou até estar folhada e dourada. Talvez precise de usar dois tabuleiros em simultâneo. Retire e deixe arrefecer.

Montar: espalhe um pouco de doce de ovos no prato do bolo (isto vai fazer com que a massa folhada adira ao prato e não deslize quando for cortada), faça uma camada de massa folhada, espalhe livre e generosamente doce de ovos por cima, volte a fazer uma camada de massa folhada e assim sucessivamente. Convém cozer a massa folhada e montar o bolo só no dia em que é servido.
Se sobrar doce de ovos, guarde-o no frigorífico para outras utilizações, dura várias semanas.

Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D