Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lume Brando

24
Dez13

Ho Ho Ho!





E de repente, já é véspera de Natal.
Apesar do tempo para o blog andar fugido, não queria deixar de vir desejar a todos um Feliz Natal.
E para isso trago uma receita de bolachinhas de cacau deliciosas. Doces, crocantes, de sabor intenso, como espero que sejam as vossas Festas e o vosso 2014.
Uma sugestão para fazer em família, num destes dias preguiçosos, em que sabe bem ficar por casa de forno ligado.
E se não der para fazer agora no natal, é só usar outros cortadores, pois são boas em qualquer altura do ano.
Muito fáceis de fazer, só é preciso ter alguma atenção ao forno, porque como são escuras, não é tão fácil perceber quando estão prontas e não podem cozer de mais nem de menos, para ficarem estaladiças e a saber a Oreos! Outra dica importante é usar sempre manteiga sem sal: já fiz a receita com manteiga com sal (omitindo o sal da receita) e não ficam a mesma coisa.

A semana passada estas bolachinhas apareceram num reino muito especial, ora vejam aqui.

Feliz Natal!














BOLACHINHAS DE CACAU

1 chávena* de cacau em pó
¾ de chávena* de farinha sem fermento
1 pitada de sal fino
120 g manteiga sem sal
160 g de açúcar
1 ovo

*250 ml de capacidade

Peneirar o cacau, a farinha e o sal para uma taça.
Noutra taça grande bater a manteiga e o açúcar com a batedeira eléctrica (ou usar um robot de cozinha).
Juntar o ovo e bater até estar incorporado.
Adicionar a esta mistura os ingredientes secos, de forma gradual, até se obter uma massa escura e uniforme. Dividir em duas porções, dar-lhes a forma de um disco, embrulhar em película aderente e levar ao frigorífico cerca de 1 h. Pré-aquecer o forno nos 180º. Colocar a massa entre duas folhas de papel vegetal e esticar com o rolo até se obter uma espessura de cerca de 0,5 cm (enfarinhar a folha de papel vegetal de baixo, ajuda a que a massa não cole). Fazer as bolachas desejadas, com cortadores, e levar a cozer cerca de 20 minutos (se quiser depois passar um fio ou uma fita nas bolachas, faça um furinho nas mesmas antes de irem ao forno, com a ajuda de uma palhinha de beber). Esteja atento ao forno, pois como as bolachas são escuras é mais difícil perceber quando estão no ponto e podem queimar. Elas endurecem e ficam crocantes depois de arrefecidas.


GLACÉ

250 g açúcar em pó
1 clara de ovo L
Sumo de limão e/ou água

Numa taça grande coloque a clara de ovo.
Pese o açúcar e vá peneirando-o para a taça da clara, mexendo com um batedor de varas. 
Não junte o açúcar todo de uma vez, vá verificando a consistência.
Deve ficar bem espesso e liso. Junte um fio de sumo de limão e volte a mexer.
Se quiser uma consistência mais fina, pode juntar um pouco de água, se quiser uma consistência mais espessa, junte mais açúcar em pó.  Pode fazer o glacé na batedeira ou no robot de cozinha e neste caso não precisa de peneirar o açúcar. Tape com película aderente junto à superfície, quando não estiver a usar, pois seca rapidamente. Use um saco de pastelaria descartável e um bico de pasteleiro fino para decorar ou use uma saco de congelação limpo, cortando um pouquinho da ponta.


18
Dez13

Porque nem só de doces é feito o Natal.

















Nesta altura do ano há sempre muitos jantares e encontros de amigos.
E se muitos acontecem em restaurantes, outros têm lugar em casa, muitas vezes com o sistema de "multas", em que cada pessoa leva o seu contributo para uma mesa farta, ponto de partida para largas horas de conversa.

Estas bolachinhas de queijo são uma sugestão para esses momentos de partilha.
Mas avisa-se que quem chegar atrasado, pode não chegar a prová-las...

















APERITIVOS DE QUEIJO E TOMILHO
(adaptado de uma receita daqui)

3/4 de chávena* de farinhade milho
4 colheres de sopa de manteiga semsal àtemperatura ambiente
1 1/2 chávenas* de queijoralado ("mistura de 3 queijos", por exemplo)
Pimenta preta moída nahora
½ colher de chá de salfino
Tomilho secoqb (ou orégãos ou outras ervas aromáticas)
1 colher de sopa de leite

*250 ml de capacidade

Pré-aqueça o forno nos180º. Num processador de cozinha, coloque todos os ingredientes à excepção doleite. Pulse até obter migalhas grossas. Junte o leite e volte a pulsar unssegundos até a massa se conseguir unir e formar uma bola. Retire e estenda com o rolo sobre uma superfície enfarinhada, de forma a ficar com um rectângulocom cerca de 4 mm de espessura. Com uma faca ou corta-pizzas, por exemplo, façatiras. Leve ao forno numtabuleiro anti-aderente ou forrado com papel vegetal, cerca de 10-12 minutos. Depois de arrefecidas, guarde numa caixa ou frasco hermético.
12
Dez13

Trufas saudáveis para uma missão especial.































































































Apesar de aqui no Lume Brando aparecerem muitas receitas doces, não quer dizer que cá em casa se comam doces a toda a hora.
Acontece que as sobremesas são a categoria mais fácil de fotografar: não há o risco de arrefecerem, podem ser feitas com antecedência, e normalmente o seu aspecto é bastante apelativo, exigindo menos esforço e tempo na hora de lhes tirar o retrato.

Nesta cozinha sabe-se que os bolos, os cupcakes, as mousses e outras receitas bem adocicadas são só para momentos especiais. E que há cada vez mais alternativas de ingredientes para torná-las mais saudáveis. Como as tâmaras, cuja versão seca é muito usada para substituir o açúcar, sobretudo em sobremesas raw e vegan, e que são as protagonistas da receita de hoje.

Para assinalar o facto do Lume Brando ser Embaixador das Corridas Missão Sorriso, tinha que trazer um exemplo de uma guloseima saudável. E lembrei-me destas trufas. Já tinha partilhado a receita num workshop, mas ainda não estavam aqui no blog.
Depois de ter visto várias receitas de trufas com frutos e frutas secas, em blogs e revistas de cozinha, resolvi fazer as minhas próprias combinações e adorei esta: rápida e fácil de fazer, apenas com 4 ingredientes.

São autênticas bolinhas de energia, sem açúcar a não ser o naturalmente presente nas tâmaras.
Um mimo saudável que dedico aos cerca de 3000 atletas que, a correr ou a caminhar, cortaram a meta da Corrida Missão Sorriso do Porto, no passado domingo, e a todos os que no próximo dia 15 irão ajudar a Missão Sorriso a doar ainda mais cabazes de alimentos à Cruz Vermelha Portuguesa, ao terminarem a Corrida Missão Sorriso de Lisboa.



Trufas de tâmara e amêndoa
Para cerca de 10

15 tâmaras secas sem caroço
30 g de amêndoa sem pele (pode ser laminada)
1,5 colher de chá de licor de laranja (tipo Cointreau)
Coco ralado para revestir as bolinhas

Colocar num processador de cozinha todos os ingredientes, àexcepção do coco. Triturar tudo muito bem, até ficar com aspecto deuma pasta moldável. Fazer bolinhas do tamanho de brigadeiros, passar por coco ralado e colocar em forminhas depapel frisado.

Nota: eu usei umas tâmaras deliciosas - carnudas, húmidas e bastante doces - que me trouxeram da Arábia Saudita. Tentem usar tâmaras de excelente qualidade, à venda em mercearias, por exemplo. As de supermercado são mais secas, por isso, se as usar, talvez tenha de adicionar um pouco mais de licor.


06
Dez13

Passatempo de Natal Vahiné & Lume Brando e uma doce receita.

 

Natal sem coisas doces e bonitas não é natal, certo?
Para que se inspirem e preparem algo especial nesta quadra, a Vahiné e o Lume Brando juntaram-se num passatempo doce e recheado.

São 10 packs de produtos Vahiné, a atribuir às 10 melhores receitas doces com um toque de natal.
Cada pack contém: Avental, Fermento em pó, Agar-agar, Chantifix, Cobertura de Framboesa, Cobertura de chocolate para fundir e ainda um conjunto decorativo Multi-Deco!

Para participar, basta partilhar uma receita, juntamente com uma fotografia, na página do facebook do Lume Brando e na página do facebook da Vahiné, até 23 de Dezembro, com o título "Passatempo de Natal Vahiné e Lume Brando". Têm também de ser fãs das referidas páginas. Para consultar o regulamento completo, é só clicar aqui.

E para celebrar o início do passatempo, aqui fica a receita destes pequenos bolinhos de iogurte e framboesa, onde utilizei produtos Vahiné.

O Lume Brando e a Vahiné ficam à espera das vossas participações. Boas receitas e boa sorte!

BOLINHOS DE IOGURTE E FRAMBOESA DECORADOS
(adaptado de uma receita daqui)

Para cerca de 10 bolinhos

125 ml de iogurte de framboesa (pode ser líquido)
100 g de açúcar
1 ovo L
40 ml de óleo vegetal
120 g de farinha sem fermento
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de café de fermento em pó (usei Vahiné)
Doce ou coulis de framboesa (usei cobertura de framboesa da Vahiné)

Decoração
Pasta de açúcar (usei esta da Vahiné)
Confeitos de açúcar (usei o conjunto Multi-Deco Fantasy da Vahiné)


Pré-aquecer o forno nos 180º.
Untar muito bem as formas com manteiga e polvilhar com farinha ou usar spray desmoldante.
Numa taça, com a ajuda de um batedor de varas, bater o iogurte com o açúcar.
Adicionar o ovo e por fim o óleo.
Noutra taça juntar a farinha, o bicarbonato de sódio e o fermento, e adicionar esta mistura seca aos líquidos. Misturar bem e distribuir pelas formas enchendo-as cerca de 3/4.
Colocar cerca de uma colher de café de cobertura de framboesa Vahiné (ou doce ou coulis caseiro de framboesa) sobre a massa de cada bolinho e, com um palito, espalhar por toda a base, fazendo uma espécie de swirl e empurrando algum doce de framboesa para dentro do bolo.
Levar ao forno e cozer durante cerca de 20/25 minutos ou até um palito sair seco do interior dos bolinhos.
Deixar arrefecer alguns minutos e desenformar.

Para decorar
Deixe os bolos arrefecerem por completo. Amasse um pouco a pasta de açúcar e estenda-a com a ajuda de um rolo, numa superfície polvilhada de açúcar em pó. Com um cortador redondo de bolachas, faça círculos e, com o dedo indicador e o polegar, vá puxando e esticando a pasta a intervalos mais ou menos regulares, para dar a forma de glacé a escorrer. Pouse sobre o bolo. Pincele o topo da pasta com água e cole os elementos decorativos.


03
Dez13

A pensar no Natal.

Já há pais natal a escalar varandas (vá lá que parecem ser menos do que nos anos anteriores), não saem melodias das colunas das lojas que não sejam natalícias, o facebook está inundado com as árvores de natal dos amigos e, aqui na secretária, aguardam pelo veredicto do menino Jesus duas folhas repletas de desejos, escritos com letra da primária. 
Ainda que vá resistindo ao chamamento do Natal, com a chegada de Dezembro rendo-me à época e começo a imaginar as coisas boas que ela me traz: os encontros com os amigos, o tradicional almoço dos primos, a ceia e o dia de Natal em família alargada, os piratas com um brilhozinho nos olhos.

Mimar quem gostamos com algo feito por nós, pode também fazer parte do melhor do nosso Natal.
Bolachas, azeites aromatizados, bombons, compotas... Tanta coisa gira para preparar e oferecer!
Estes biscoitos de avelã são apenas um exemplo. Fáceis e rápidos de fazer, ficam deliciosamente crocantes e aguentam vários dias, até mesmo semanas, guardados numa caixa ou frasco hermético.

Eu já reforcei o stock de farinha, manteiga e açúcar e já tenho saquinhos de celofane, fitas e frascos preparados. E vocês?









Biscoitos de avelã

200 g de farinha
130 g de açúcar
100 g de manteiga à temp. ambiente
1 ovo L
100 g de miolo de avelã com pele

Pré-aquecer o forno nos 200º.
Ralar as avelãs num robot ou processador de cozinha.
Numa taça grande, juntar todos os ingredientes e amassar bem.
Retirar pedacinhos de massa e fazer bolinhas.
Com o dedo, pressionar ligeiramente cada bolinha.
Colocá-las em tabuleiros anti-aderentes ou forrados com papel vegetal e levar ao forno cerca de 20/25 minutos ou até estarem bem douradas e bem cozidas por dentro.
Depois de arrefecidas, guardar em caixas ou frascos herméticos.



Teresa Rebelo

foto do autor

Sigam-me

TOP 100 Food Bloggers

TOP 15 Blogs de Culinária Portugueses

Featured on

Bloglovin

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D